-->
K2_ITEM_AUTHOR 

 

No âmbito da campanha de sensibilização “Escolas Unidas contra o tráfico de Seres Humanos e Exploração seresoral”promoveu-se no dia 18 de outubro, Dia Europeu de combate ao Tráfico de Seres Humanos, uma campanha de sensibilização sobre esta temática na Escola Secundária Carlos Amarante.

A iniciativa do projeto pertence à Oikos e a Secundária Carlos Amarante foi uma das 45 escolas que agarrou o desafio com a intenção de prevenir o tráfico de pessoas e a exploração laboral através do aumento do conhecimento da comunidade educativa sobre estes fenómenos e sobre as formas de acautelar, combater e denunciar este tipo de crimes.

Um grupo de alunos afixou cartazes alusivos à temática em todas as casas de banho da escola, femininas e masculinas, com o intuito de usar um espaço inusitado e imprevisível de forma a captar a atenção dos jovens. Estes cartazes só podiam ser completamente compreendidos quando lidos ao espelho para que os alunos se apercebessem também da complexidade do fenómeno do tráfico humano.

Esta campanha tem como fundamento os atuais riscos de ocorrência de casos em Portugal como país de origem de TSH e a permanência de fatores de vulnerabilidade que assolam a região, associados sobretudo ao Tráfico Laboral e à população jovem. Porque o tráfico de seres humanos existe, mesmo que não o vejamos.

Ana P

Bibliotecas do AECA               moodax

Top